Cases

Conheça a vinícola mineira premiada no Decanter World Wine Awards

Conheça a vinícola mineira premiada no Decanter World Wine Awards

Imagine que que você produz vinhos em Três Pontas (MG) e percebe que sua produção de vinhos Sauvignon Blanc ficou com “qualidade diferenciada”, e por isso se inscreve pela primeira vez na premiação Decanter World Wine Awards (DWWA) organizada pela revista inglesa Decanter, uma das publicações mais tradicionais e reconhecidas mundialmente sobre vinhos. E que, além disso, você vence na categoria bronze do prêmio.

Pois foi isso o que aconteceu com o Maria Maria Bel Sauvignon Blanc 2015, produzido pela vinícola Maria Maria. Segundo o produtor Eduardo Junqueira Nogueira, a inscrição teve o intuito de “ver o que ia dar”. A ideia era inscrever dois vinhos, mas um não ficou pronto há tempo. Conversamos com Nogueira sobre o impacto da premiação na produção e comercialização do vinho. Confira:

Como decidiram participar da premiação?

Quando nosso vinho ficou pronto em julho de 2016, já percebemos que que estava com uma qualidade diferenciada. Tanto nossos enólogos e o pessoal que provou na época acharam o vinho muito bom. Eu tinha ouvido falar do concurso da Decanter no ano passado e resolvi fazer a inscrição do vinho para ver o que ia dar.

Foi a primeira vez?

Foi a primeira vez de qualquer vinho nosso em qualquer concurso, o Syrah 2015 não ficou pronto quando as inscrições do concurso fecharam e conseguimos enviar somente o Sauvignon Blanc 2015.

O que o resultado impacta na produção de vocês? Precisam aumentar a produção de vinho?

Com o prêmio, o reconhecimento nacional aumento demais, a demanda cresceu muito e muitas pessoas ficaram interessadas no nosso trabalho e nos nossos vinhos. Com a demanda crescendo, com certeza precisaremos aumentar a produção.

Ser reconhecido no exterior abre portas no Brasil?

Com toda a certeza, o prêmio está sendo muito divulgado em todo o tipo de mídia possível, e com isso o interesse tem aumentado demais.