Gestão

Vinho aumenta rentabilidade varejista e ajuda a driblar a crise, afirma especialista

rentabilidade

Com o atual cenário econômico o tradicional consumidor de vinho está comprando mais da bebida em supermercados para consumir em casa. Especula-se que o movimento nos restaurantes tenha reduzido em até 30%. “No momento, (os vinhos) estão se revelando o melhor negócio” no varejo, comenta o consultor de vinhos do Grupo Pão de Açúcar, Carlos Cabral, que apresenta a palestra “A importância do vinho dentro do mix de produtos no supermercado: descubra como aumentar a rentabilidade do negócio”, durante o Fórum Expovinis.

Cabral afirma que percentualmente o vinho oferece um aumento superior aos “10% líquidos”, pois a bebida tem valor agregado alto. E ainda que em seu preço de venda sejam aplicados margens menores de lucratividade, o retorno financeiro é certo. Isso porque os vinhos vem participando cada vez mais do cotidiano do brasileiro; agrega valor positivo a uma empresa de varejo e aguça a criatividade do consumidor.

O desafio, segundo o consultor, é que no caso dos supermercados, a decisão de compra pela maioria dos produtos é do cliente. Já no caso do vinho, ainda requer bastante interferência do varejista. “Ele deve explicar e oferecer o produto”. Uma dessas táticas para a oferta correta é a organização das garrafas nas gôndolas, pois uma seção que ajude na escolha faz toda a diferença. No Brasil, o consumidor está acostumado a:

  1. Buscar o vinho por país de origem;
  2. Depois ele procura a varietal;
  3. Na linha dos varietais o mais comum é organizar do mais caro até o mais barato.

Uma outra maneira de incentivar a compra de vinhos consiste na estratégia de os supermercados apoiarem iniciativas de promoção de produtos, como degustações em lojas. Nesses casos, de acordo com Cabral, a venda é imediata. Pois se o cliente gostar do que experimentou, a venda se realiza.

O Fórum Expovinis acontece de 14 a 16 junho, inclui mini degustação e tem vagas limitadas a 70 lugares. O investimento do ticket para cada dia é de R$50,00.

carta de vinhos